Crianças Dimensionais – Parte 1

As crianças dimensionais são novos Corpos Físicos que trazem consigo muita Luz e muita Força. É uma energia pura que surge sobre o Planeta Terra. São crianças muito especiais que vêm para abrir novos caminhos, mudar paradigmas e valores arcaicos.
Elas surgem da vastidão do Universo. Trazem em sua bagagem mental, um grande e Novo Conhecimento. Algo que foi esquecido pelo homem terrestre, devido à densidade crescente que nos envolve. São seres maravilhosos, com poderes extraordinários. Mentes infantis com uma capacidade nunca antes vista pela humanidade. Aqui se encontram para ajudar na Transformação do nosso Planeta.
É chegada a hora de arrancar os véus que encobrem nossa percepção extra-sensorial e despertarmos para os nossos verdadeiros “Eus”. É tempo de trazermos à tona o conhecimento adormecido, nivelando-nos então, a estas novas e fantásticas crianças denominadas de Crianças Índigo, Cristal, Douradas, Golfinho e Híbridas. As crianças Índigo dividem-se em quatro grupos: o Inter-dimensional, o Humanista, o Conceitual e o, Artista. Cada grupo tem seus dons e sua missão a cumprir.
Estamos seguindo rumo ao desconhecido. Caminho que nos leva a um futuro cuja radiância energética, vibração e sabedoria, poucos alcançarão. Há uma agitação surpreendente das moléculas de todos os corpos, devido as fortes energias entrantes, as quais causam profundas mudanças vibracionais, principalmente, e com mais intensidade, nos seres vivos. As transformações estão se processando e uma readaptação a essas novas freqüências se faz necessária e urgente.
É o que esses novos grupos de crianças especiais vêm fazer, alertar e nos orientar. Escutá-las com amor e compreensão, nos trará muitos benefícios.
Estão disponíveis, agora, para os que querem as mudanças e desejam assimilar esse novo e diferente aprendizado, campos energéticos muito sutis, com inteligências vindas de outros sistemas Universais, as quais nos auxiliam e tentam firmar em cada um de nós uma nova mentalidade, para que possamos incorporar a outra realidade que se manifestará, – dois mil anos de Luz total.
As crianças que hoje nos cercam, possuem uma genealogia muito peculiar, são portadoras de um nível de inteligência muito superior ao conhecido ou considerado normal. Apresentam um comportamento bem diferenciado das demais crianças. Houve tempos em que foram apontadas como crianças rebeldes, irrequietas, agressivas e hiper-ativas. Crianças que, dentro dos estudos patológicos, necessitavam de um tratamento psicológico ou psiquiátrico. Foram confundidas com as, autistas ou com as que possuem distúrbios neurológicos e psíquicos. Hoje, apesar das grandes descobertas sobre as potencialidades delas, as crianças Índigo, ainda, são diagnosticadas como crianças ADD (desordem de déficit de atenção) ou ADHD (desordem hiper-ativa de déficit de atenção).
Porém, com o passar dos anos, avanços tecnológicos trouxeram luz aos intensos estudos e pesquisas realizadas, descobriu-se que essas crianças possuíam capacidades mentais superiores, passaram a receber então, um tratamento diferenciado por parte dos médicos especializados. O Dr. Keith R. Smith, entre outros, que estudam essas crianças, recebe da NIMH ( National Institute of Mental Health) vultosas verbas para estudar e pesquisar, sendo que, o objetivo principal é desvendar de onde vêm o Poder Mental dessas crianças e as causas de seus problemas de saúde. Em seus estudos, observando-as, verificou que muitas delas possuem a Polaridade Reversa e, em muitos casos, esta é crônica. Significa que os pólos ou o campo magnético, do corpo físico, estão invertidos.
Sendo o corpo físico do ser humano constituído de prótons e elétrons, pode-se dizer, então, que ele é eletricidade condensada e que todo seu sistema pode ter um processo de aceleração ou desaceleração, conforme a carga energética que consegue absorver no dia-a-dia. É um sistema coordenado que se auto-contém e se auto-gera. Como o Planeta Terra, o nosso corpo possui seu campo magnético, porém, muito sutil e tem suas polaridades, norte-sul. Podem ocorrer em nossa vida circunstâncias que provocam uma oscilação muito grande da energia acumulada, como as emoções: ansiedade intensa, angústia, uma forte dor, uma alegria que transborda além do normal, stress, depressão, que nos fazem sair da faixa de tolerância, se não houver controle do nosso emocional. Essas emoções descontroladas causam a Reversão dos Pólos do Corpo Humano.
O Dr. Smith observou, também, que a cura das crianças que têm Polaridade Reversa Crônica pode ser difícil e demorada se o médico não entender o que se passa com a criança, se não souber do potencial energético contido em suas células, das condições nas quais a criança vive e, principalmente, se a terapêutica ministrada não for adequada.
Os problemas iniciais podem ser leves: dores de cabeça, cansaço, dor nas costas e stress. Sintomas esses que devem ser minuciosamente examinados e tratados com atenção, carinho e muito amor, para que essas crianças possam recarregar seu campo físico com energia suficiente para que os pólos possam retornar ao seu estado normal. Caso contrário, pode acarretar: fadiga extrema, muita angústia, câncer, depressão, dormência e dor crônica pelo corpo. O Dr. Smith concluiu que, quando a Polaridade for Reversa, enfraquece a força elétrica corporal e a resistência às doenças cai, porque o sistema imunológico diminui muito. O sistema fica completamente alterado e a sua auto-preservação torna-se inativa.
Dr.Keith R. Smith, indicou a essas crianças uma alimentação saudável, acompanhada de remédios à base de herbáceos. O tratamento foi gratificante, logo, os “milagres” passaram a acontecer e a recuperação foi surpreendente, conseguiram se restabelecer e voltar às suas atividades normais. Segundo Dr. Keith, a Polaridade Reversa Crônica é contagiosa e não é causada por vírus ou germens, mas pela proximidade. Cita, como exemplo, uma bateria carregada colocada próxima a uma descarregada, àquela perde parte de sua carga. O mesmo acontece com as crianças que convivem com pais estressados, nervosos, irritadiços, mal-humorados e sem paciência, são esses, motivos suficientes, para que a Polaridade se inverta em seu corpo físico. Uma forte energia negativa pode causar a queda da energia vibracional de outrem.
Continua…

 

Acesse os links abaixo para ler as continuações:
Crianças Dimensionais – Parte 2
Crianças Dimensionais – Parte 3

Publicado por: Celedina Consuela Muxfeldt

Celedina Consuela Muxfeldt
Advogada, Pesquisadora de Ciência Lilarial do Dakila Pesquisas, Palestrante e Instrutora de temas conectados com o despertar da consciência cósmica e mantenedora do Portal2.org.br.

Interaja conosco. Comente abaixo