As Delicadas Faces do Amor

Quantos já tentaram descrevê-lo. É um sentimento, é uma emoção? Será que existe alguém que nunca o tenha sentido? O Amor! Que energia é essa que preenche de tal forma nossas células que nos faz sorrir, chorar e outras vezes nos faz sentir uma dor imensa quando a saudade se faz presente e de mansinho nos invade tomando conta do nosso coração, de todo nosso ser. Afinal, que dor é essa, o que dói? Será que é o coração, serão nossos neurônios ou nossas emoções? Nossa mente faz gerar a dor e esta, se manifesta através do sentimento que sentimos.

Há motivo de existir, por vezes, tanta dor que se torna para muitos, insuportável. Isso acontece quando o amor é possessivo e egoísta. Ao Amor não se impõe condições, ele é livre e não tem polaridades, é neutro e é tão rápido que na velocidade do nosso pensamento ele vai para onde o mandamos, não importa à distância. O Amor puro e verdadeiro está distante de ser simplesmente um impulso biológico, não é somente corpo físico e hormônios. Quando dois seres se entregam num impulso ao amor, irrompe mentalmente uma paixão desenfreada, buscam-se com loucura, com frenesi, sem medir as consequências, ocorre então, um desgaste não só físico, mas também mental e emocional, e muitas vezes, o final é desesperador e cheio de arrependimentos.

Quando duas polaridades – homem/mulher, unem seus corpos, no amor limpo, puro e verdadeiro, suas Almas se conectam e interagem formando uma única energia, tornam-se inseparáveis, fazendo com que a vida dos dois passe a fluir equilibradamente com muita paz e serenidade. É uma energia sublimada que não deve ser desperdiçada, mas usada para realizar algo bom para si próprio ou mentalmente direcioná-la para quem necessitar.

É através do amor que seremos conduzidos para mundos superiores de consciência e se atuarmos sempre com ele, a Luz que emite será amparo e segurança para nossa caminhada. Este amor nunca trará nocividade ao ser.

Há no Universo, dois polos energéticos de grande força – o Amor e o Medo. A mente densa e massificada do homem terreno pela sua ignorância encobriu o verdadeiro amor. Existem mentes pouco evoluídas que possuem baixa vibração, motivos para a dor e o medo que sentem da vida. Não somos somente um corpo, há uma alma – Essência do Criador Universal. Ela é Força, é Luz e Amor. É importante libertar a mente do medo, das angústias, dos rancores e invejas. Nutri-la com pensamentos limpos e sadios. Ao estar alinhados, com o Amor Incondicional de Deus, libertando-nos assim dos medos, seremos mais confiantes em tudo o que fizermos rumo a caminhada evolutiva.

De todas as energias existentes, a do Amor é a mais potente, é a que faz vibrar e potencializar a nossa força vital elevando-a a níveis inimagináveis.

Quando duas Almas se encontram, é através do olhar que encaminham a energia tênue do verdadeiro Amor. Abraçam-se sem se tocar, palavras não se fazem necessárias porque a energia sublime que os envolve é tão forte e ao mesmo tempo tão suave que não há necessidade de toques para que as células entrem em ebulição e o coração passe a bater descompassadamente.

O amor se faz por si só na magia do olhar, na doçura do sorriso e, da força energética emotiva que passa a envolver os dois, tornando-os uma só Alma. É da luz que brilha e é emitida através do olhar que se abastecem de energia a qual passa a fluir de seus corpos preenchendo-os de um sentimento que transcende o limitado recurso das palavras. Esse Amor surge onde há muita sensibilidade e afinidades e sob o efeito dele as Almas se unem envolvidas com tamanha interação energética que passam a formar uma única peça “NÓS”, desaparecendo o “eu” da vida dos dois.

Existindo esse Amor Verdadeiro entre dois seres, no momento da união dos corpos, as almas fundem-se e na sublimidade desse Amor os corpos levitam, as mentes esvaziam do conteúdo que as abarrotam, momento em que trazem a tona suas Essências Divinas, elevam-se a patamares superiores, buscando a consciência do Sagrado. O Amor é a plenitude da Divindade em nosso coração, ele é um envoltório que não pode ser penetrado por negatividades.

O amor nos fortalece, nos equilibra e nos harmoniza. Ele é cura e elimina todos os obstáculos limpando nosso caminho, o Amor sem egos dissolve a escuridão, com ele tudo se constrói e se eleva, passamos a nos nutrir da Luz que é irradiada à medida que nos tornamos mais conscientes de que o Amor é uma Energia Divina, de que é conhecimento e desenvolvimento transcendental.

O Amor nos renova, nos traz vida e precisamos dele para sobreviver. A vibração do Amor faz alterar quimicamente todas as células e os nossos neurônios. Quando ele nos invade, provoca vibrações e alterações de alegria e felicidade permanentes.

Poucos são aqueles que conseguem vivenciar e sentir um amor tão sublime e faze-lo perdurar e crescer a cada dia que passa não importando quão longe estejam. O elo de um Amor grandioso e belo, alonga-se infinitamente levando em seu conteúdo energético tudo o que sentem as duas Almas. É o íntimo do nosso ser em contato com o Eu Superior, fazendo este, fluir através da nossa mente uma sublime sensualidade, pura, leve, sutil que vai encantando a pessoa amada.
O verdadeiro Amor emana de todas as nossas células, aloja-se e envolve nossa Alma – Centelha Divina de Deus. Ele é limpo, puro, intenso, infinito e sem presilhas. É um Amor que não aprisiona, simplesmente Ama, Ama, Ama, com muita intensidade Ele é doação porque emerge da consciência de que “ninguém pertence a ninguém”, nele há reciprocidade e muito respeito.
O amor é magia, para ele não existe tempo e nem espaço, renova-se a cada dia. É uma energia viva que flui e cresce à medida em que o compartilhamos. É alimento para nosso corpo e para nossa Alma! Eleva o nosso espírito e abre todas as realidades paralelas.

Publicado por: Celedina Consuela Muxfeldt

Celedina Consuela Muxfeldt
Advogada, Pesquisadora de Ciência Lilarial do Dakila Pesquisas, Palestrante e Instrutora de temas conectados com o despertar da consciência cósmica e mantenedora do Portal2.org.br.

Interaja conosco. Comente abaixo