A Terra Prometida Ano 2028

Você se lembra da saga de Moisés com o Povo Escolhido?

Do grande desafio de abandonar as Cidades em que viviam, a vida que levavam e correr o risco de uma longa travessia pelo deserto?

Quem eram aquelas pessoas tão destemidas e tão corajosas?

– Escravos de diversas classes sociais. Escravos do sistema governante. Escravos do Governo Oculto (G.O.).

Rebelados e guiados por Moisés, empreenderam uma viagem pelo deserto levando todas as coisas que possuíam, na verdade levando todos os condicionamentos que possuíam. Egos condicionados do Sistema dominante. (Condicionamentos no sentido de filtros acumulados que impediam a percepção da verdade).

Eles passaram a buscar o nivelamento social, uma sociedade justa e um local mágico: a “Terra Prometida”.

A caminhada dura, por um deserto árido, esgotou rapidamente todas as provisões que eles levavam e eles passaram a viver de que forma, você se lembra?

– A partir da interferência dos Parceiros das Estrelas. Naves físicas acompanhavam de perto aquele Povo, livrando dos perigos, da agressividade de outras tribos e fornecendo, todas as manhãs, um maná branco que mais parecia neve caída na areia quente do deserto e apenas um pedaço os alimentava por todo o dia.

O deserto se mostrou uma escola para muitos onde poucos eram aprovados, a caminhada parecia ser sempre maior do que a disposição e as forças daquele Povo.

Se as naves físicas estavam ali, próximas, fornecendo o básico para a sobrevivência, por que elas não interferiram, pousando, embarcando o Povo Escolhido e transportado todas as pessoas rapidamente para a “Terra Prometida”?

– Porque o grande objetivo daquilo tudo não era a chegada na Terra Prometida. Um JOGO arquitetado pelos Parceiros buscou desenvolver as habilidades e as consciências das pessoas, enquanto caminhavam. O objetivo do JOGO era a CAMINHADA, com todas as suas dificuldades, desafios e superações.

À princípio todos queriam correr, chegar na frente, escolher os melhores lugares da “Terra Prometida”, copiar o estilo de vida que conheciam, levar vantagens e explorar as pessoas.

Com o passar do tempo, perceberam que a velocidade da caminhada não levava a lugar algum, não gerava benefícios dos Parceiros mas quando agiam com equilíbrio e responsabilidade, pensando, ajudando e respeitando o outro, cada um utilizando as imensas potencialidades que possuíam, cada um DEUS CRIADOR, o ato de caminhar passou a ter sentido, o JOGO passou a ter sentido. Aquele grupo de “crianças” se tornou efetivamente o Povo Escolhido.

2

Você se lembra da saga do Homem da Montanha com o Povo Dimensional?

Do grande desafio de abandonar as Cidades em que viviam, a vida que levavam na terceira dimensão e correr o risco de uma caminhada libertadora?

Quem eram aquelas pessoas tão destemidas e tão corajosas?

– Escravos de diversas classes sociais. Escravos do sistema governante. Escravos do Governo Oculto (G.O.). Os mesmos escravos que seguiram Moisés em busca da “Terra Prometida”, os seres Dimensionais adormecidos no tempo e no espaço, novamente despertados, para seu último grande desafio.

Rebelados e guiados pelo Consolador, empreenderam uma caminhada para a retomada de seu nível consciencial, levando todas as coisas que possuíam, na verdade levando todos os condicionamentos que possuíam. Egos condicionados do Sistema dominante. (Condicionamentos que impediam a percepção da verdade pela Alma).

Eles passaram a buscar o nivelamento consciencial, o nivelamento social e uma sociedade justa, formada por pessoas despertadas, especiais, diferentes e complementares.

A caminhada para a liberdade enfrentou uma sociedade dura, com valores distorcidos, alimentos e água contaminados, familiares revoltados, doenças desenvolvidas em laboratórios pelos governantes, injustiças, corrupções e mídias tendenciosas.

Como aquele Povo conseguiu sobreviver?

Como aquelas pessoas romperam os elos de correntes tão pesadas, colocados pelos governos, pelas religiões e pela lei do mais forte e do mais esperto?

– A partir da interferência dos Parceiros das Estrelas. Presenças físicas acompanhavam de perto aquele Povo, livrando dos perigos, da agressividade das pessoas e fornecendo, repetidamente, manás, elixires, cremes, substâncias rejuvenescedoras, orientações, informações e conhecimento.

A caminhada para a libertação se mostrou uma escola para muitos onde poucos eram aprovados, os desafios pareciam ser sempre maiores do que a disposição e as forças daquele Povo.

Se os Parceiros estavam ali, próximos, fornecendo o básico para a sobrevivência, por que eles não interferiram, densificando e acionando Portais Dimensionais que levariam aquele Povo Especial para outras dimensões, para realidades paralelas, para a retomada de sua consciência crística?

– Porque a terceira dimensão estava profundamente penetrada nas correntes mentais de cada Dimensional despertado. Era necessário um “choque de consciência” para quebrar resistências e os profundos condicionamentos.

3

Para o empreendimento de Moisés foi criado um JOGO de despertamento chamado a “Travessia no Deserto”. Para os Dimensionais foi criado um JOGO de despertamento chamado “Sistema Dourado” ou “Libertação da Humanidade”. Para Moisés, o JOGO terminava com a chegada à “Terra Prometida”, para os dimensionais a etapa consciencial do JOGO terminava com a abertura da “Caverna do Dragão”.

As regras do JOGO “Sistema Dourado” eram simples e claras:

1. Promover a retirada de recursos financeiros investidos no sistema econômico controlado e conduzido na terceira dimensão pelo G.O. e transferir para o Sistema Dourado, baseando as ações financeiras em confiança e comprometimento.

2. Buscar o nivelamento consciencial gerando nivelamento social, oportunidades iguais a partir de ações individuais. Ter consciência e informação, fazer o ABC da linha da vida e depois agir, entrando na fase da prosperidade.

À princípio todos queriam ganhar!

– Alguns perceberam brechas nas regras do JOGO e, com a sua experiência no Sistema Econômico de terceira dimensão, começaram a levar vantagens, adaptar regras e falsificar valores. Combinando, manipulando e enganando os companheiros de caminhada.

– Outros não entenderam o que o dinheiro tinha a ver com a sua busca pessoal de conhecimento, de saúde, de amor ou de felicidade e decidiram ficar neutros e não participaram do JOGO. Agindo como expectadores passivos da nova realidade e perdendo oportunidades, naquele momento mágico do tempo.

– Outros afastaram, conscientes de que o Sistema Econômico conhecido tinha regras mais claras. Não precisavam arriscar, nem usar confiança e nem se comprometer com esse desafio que não entendiam por completo.

– Outros entenderam as regras e jogaram todas as suas energias, aumentando seu patrimônio dezenas de vezes.

Se os Parceiros estavam ali, próximos, por que eles não abriam logo a “Caverna do Dragão” e distribuíam os benefícios dourados para aquele Povo Dimensional?

Porque o grande objetivo daquela fase consciencial do JOGO não era a abertura da “Caverna do Dragão”. O JOGO arquitetado pelos Parceiros somente buscava desenvolver as habilidades e as consciências das pessoas. O objetivo era a CAMINHADA, com todas as suas dificuldades, desafios e superações.

Com o passar do tempo, todos perceberam que acumular patrimônio não levava a lugar algum mas quando agiam com equilíbrio e responsabilidade, pensando, ajudando e respeitando o outro, cada um utilizando as imensas potencialidades que possuíam, cada um agindo como um DEUS CRIADOR, o ato de caminhar passou a ter sentido, o JOGO passou a ter sentido. Aquele grupo de “crianças” se tornou efetivamente o Povo Escolhido e as consciências foram libertadas!

4

E a “Caverna do Dragão” foi aberta?

– Ninguém se lembra se a Caverna foi aberta! Essa história se perdeu no tempo, na mesma velocidade em que o entendimento da Caminhada de Libertação passou a conduzir os passos daquele Povo.

Cada Ser Dimensional se lembra, com certeza, de um tempo em que foram despertados das amarras da terceira dimensão; de um tempo em que cada coração, mente e consciência passaram a operar de forma conjunta; e, a Alma assumiu a condução daqueles veículos conscienciais. A frequência crística passou a vibrar em multidimensões.

E onde estão aqueles Dimensionais hoje?

– Eles estão por aí, despertando as “crianças” adormecidas com novos JOGOS, estimulando mentes para a Liberdade e para a elevação do nível de Consciência, em Planetas de Terceira Dimensão.

Gildásio de Andrade Starling nov14

Publicado por: Gildásio Starling

Gildásio Starling
Administrador de Empresas com Pós-graduação em Administração Financeira e Investimentos, Pesquisador de Ciência Lilarial do Dakila Pesquisas.

Interaja conosco. Comente abaixo