A Mensagem: “Trabalhem” – Parte 1

Foi uma única palavra, palavra esta que engloba toda nossa missão. Recebida por dois dimensionais aptos, com suas habilidades despertas, já realizando a grande tarefa missionária junto a seus irmãos terrenos. Houve sim, uma pergunta: – “O que deveríamos fazer para deixar de brincarmos de dimensionais?” – “TRABALHEM”, foi a resposta. Simples, incisiva e categórica. Aquele SER contatado, vindo de dimensões Superiores de Consciência, ali presente, diante dos dois, estava realizando o seu Trabalho ao passar a mensagem a nossos irmãos dimensionais. Certamente, Ele também, realizava a sua missão ou cumpria um mandato da grande Consciência Cósmica – DEUS.

Eles estão próximos, nos ajudam e nos passam um valioso conhecimento. E nós? Ainda esperamos pelos fenômenos, levamos na brincadeira os trabalhos, os exercícios ficam relegados para quando encontrarmos um tempo para fazê-los e, as apostilas… talvez, engavetadas e a nossa preparação evolutiva, fica preterida até terminarem os programas favoritos da TV, não é assim? Lembremos, o tempo urge, esgota-se rapidamente o prazo. Para nós dimensionais, 27 de março de 2008, será uma data importante e ao mesmo tempo distinta e marcante. A seleção que se realizará neste dia, vai separar os que estiverem preparados mental, energética e vibratoriamente e realizando sua missão, daqueles que ainda não estiverem habilitados para a promoção, dos que ainda estão presos na densidade, arraigados ao mundo ilusório e materialista que nos cerca. Esta data marcará os primeiros com muita alegria e deixará aos segundos, a tarefa de continuarem no seu processo evolutivo, trabalhando a si próprios para atingirem a meta necessária para a transmutação e concluírem sua missão junto aos seus semelhantes, para que em 2009 ou no máximo até 2012, tenham a chance de encontrar seus nomes na lista dos aprovados.

“TRABALHEM”, o recado veio para todos os dimensionais despertos. Busquemos dentro deste vocábulo – trabalhem – o imenso conteúdo inserido no mesmo. Trabalhar o nosso mental, o emocional e o sentimental. Trabalhar os nossos egos, pensamentos e ações. Trabalhar os nossos irmãos adormecidos, tirando-os da inércia mental em que vivem, auxiliando-os na sua caminhada evolutiva e em suas necessidades. Trabalhar o nosso corpo físico, através dos exercícios que nos foram passados e de uma alimentação saudável, mantendo-o limpo e sadio, pois ele é o templo da Centelha/Essência Divina. Trabalharmos… até fisicamente quando necessário, nas construções das nossas bases, pois será nelas que agilizaremos o despertar de nossas percepções extra-sensoriais. Dentro da nossa missão, tudo o que fizermos, requer o nosso trabalho físico e principalmente o nosso mental. Os dois serão imprescindíveis. Muitos se perguntarão: – trabalhar o quê? Ou, talvez, pensem: -trabalhar… para quê? Aguardam que o Mediador indique as tarefas, ele jamais dirá. Indicou-nos tantos caminhos dentro dos ensinamentos que nos passou, agora cabe a cada dimensional/Dakila Pesquisas, dedicar-se àquela tarefa que mais lhe apraz ou, aplicar-se naquilo que tiver mais conhecimento. Cada dimensional sabe, lá no seu íntimo, o que poderá realizar, o que está dentro de sua disponibilidade e possibilidades. Na nossa indolência, muitas vezes, ficamos aguardando que uma porta se abra para iniciarmos a missão. Quantas se abriram e por falta de vigilância perdemos a oportunidade que estavam nos oferecendo. O que não podemos, é ficar na escolha ou aguardando que caia em nossas mãos as tarefas prontas.

Ao iniciarmos nossa missão com carinho, amor e dedicação, veremos que tudo nos é facilitado e muitas portas abrem-se sem procurarmos, sem pedirmos. Todo trabalho que realizarmos exigirá fé naquilo que nos foi ensinado, persistência e tenacidade naquilo que laboramos. É uma luta constante. E para que sejamos bem sucedidos devemos depurar/purificar a nossa própria energia, para conseguirmos um padrão vibratório elevado e sublime. Dissolver, também, as amarras criadas neste plano denso, onde tudo nos atrai para o exterior, prendendo-nos firmemente aos valores deste casulo, chamado Terra.

Nosso próprio desenvolvimento e formação estão em primeiro lugar. Absorver o conteúdo que nos é passado pelo Mediador, nosso Agente maior junto aos Seres. Aquele, que foi o “Escolhido”, para nos dirigir no caminho correto da Verdade e da Luz, aquele que nos fez conhecer o potencial energético existente em nós, que nos ensinou como manipular essa potente força armazenada, como trabalhar com o nosso poder mental e como trazer à tona nossa memória cósmica. Tantos trabalhos foram realizados por Ele, para nos ajudar a despertar, para nos fortalecer, potencializando-nos para que possamos suportar com firmeza e perseverança os dias difíceis que virão. Mês após mês, assiduamente, encontra-se com todos, estimulando-nos com sua presença e seus ensinamentos. Suas palavras são a força que nos impelem para frente, não deixando que esmoreçamos nesta caminhada que fazemos na busca da nossa perfeição. Sua persistência na luta que abraçou e, a abnegação que põe no seu trabalho, nos traz o alento necessário para realizarmos a nossa tarefa e prosseguirmos rumo a grande Luz que nos aguarda no final da nossa jornada. Os exercícios, que nos recomenda praticar, fazem com que desperte mais rapidamente nossas potencialidades e quanto mais os fizermos, mais rapidamente teremos o nosso corpo físico e mental reordenados e realinhados vibracionalmente, para suportarmos sem desconforto a elevada energia do Cinturão de Fótons, como também, conseguirmos vibrar e ressoar na mesma frequência do nosso planeta Terra e, juntos então, adentrarmos para dimensões superiores.

Ao aceitar sua missão, consagrou-se totalmente a ela, abdicou de uma vida normal como qualquer ser humano. Como Mediador, sujeitou-se aos maiores sacrifícios, expondo-se a todo tipo de achaques, impropérios e vilipêndios de indivíduos hostis, assim mesmo, doou-se completamente a sua tarefa, trabalhando incansavelmente para nos auxiliar na assimilação do Novo Conhecimento e na realização dos exercícios necessários para nos tirar do estado de dormência e da inércia na qual nos encontrávamos.

Trouxe-nos um Novo Conhecimento, mensagens oriundas de mundos Superiores de Consciência, as quais nos ajudaram a desvendar os insondáveis mistérios escondidos no âmago do nosso ser e os enigmas do infinito Universo do qual somos parte. Auxiliaram-nos a sair da densidade e dos paradigmas que obscureciam nossa mente, tolhiam nossa liberdade de crescer mental, energética e espiritualmente.
Continua…

 

Acesse os links abaixo para ler as continuações:
A Mensagem: “Trabalhem” – Parte 2
A Mensagem: “Trabalhem” – Parte 3

Publicado por: Celedina Consuela Muxfeldt

Celedina Consuela Muxfeldt
Advogada, Pesquisadora de Ciência Lilarial do Dakila Pesquisas, Palestrante e Instrutora de temas conectados com o despertar da consciência cósmica e mantenedora do Portal2.org.br.

Interaja conosco. Comente abaixo